Escolha uma Página

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Boca-a-boca é uma força da natureza. – John Cooper Clarke

Por que varejistas, empresários e comerciantes se preocupam com o boca-a-boca? Há muitas razões (que nós vamos analisar), mas talvez o mais importante seja esta:

Os consumidores confiam no boca-a-boca mais do que qualquer outra coisa.

De acordo com a pesquisa da Nielsen sobre confiança global em publicidade, 92% das pessoas confiam em recomendações de amigos. Dê uma olhada nos dados:

 

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/3″][dfd_facts facts_style=”circle” fact_number_circle=”92″ fact_title=”Recomendação de Amigos” fact_subtitle=”Confiado por 92% das pessoas” animate_facts=”yes” main_fact_number_default_weight=”” main_heading_default_weight=”” sub_heading_default_weight=”” main_fact_number_typograpy=”” main_heading_typograpy=”” sub_heading_typograpy=””][/vc_column][vc_column width=”1/3″][dfd_facts facts_style=”circle” fact_number_circle=”70″ fact_title=”Opiniões de Clientes Online” fact_subtitle=”Confiado por 70% das pessoas” animate_facts=”yes” main_fact_number_default_weight=”” main_heading_default_weight=”” sub_heading_default_weight=”” main_fact_number_typograpy=”” main_heading_typograpy=”” sub_heading_typograpy=””][/vc_column][vc_column width=”1/3″][dfd_facts facts_style=”circle” fact_number_circle=”58″ fact_title=”Editoriais” fact_subtitle=”Confiado por 58% das pessoas” animate_facts=”yes” main_fact_number_default_weight=”” main_heading_default_weight=”” sub_heading_default_weight=”” main_fact_number_typograpy=”” main_heading_typograpy=”” sub_heading_typograpy=””][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][dfd_spacer screen_wide_resolution=”1280″ screen_wide_spacer_size=”20″ screen_normal_resolution=”1024″ screen_tablet_resolution=”800″ screen_mobile_resolution=”480″ sizing=”” sizing_wide=”” sizing_normal=”” sizing_tablet=”” sizing_mobile=””][vc_column_text]Pense sobre as implicações para os comerciantes. Se você não está recebendo recomendações boca-a-boca para o seu negócio, você está perdendo o meio mais eficaz e confiável de obtenção de novos clientes.

Boca-a-boca é a moeda valiosa no mundo saturado de publicidade de hoje. – Jackie Huba e Ben McConnell, autores de Creating Customer Evangelists

De acordo com a McKinsey & Company, o marketing boca-a-boca …

 

1: Influência até 50% de todas as decisões de compra.

[/vc_column_text][vc_column_text]Você pode listar as últimas 20 compras significativas que você fez? Se você fizer isso, e você avaliar suas razões para comprá-los, você provavelmente vai descobrir que muitas delas foram influenciadas pelas opiniões e sugestões dos outros.

2: Gera mais de 2X as vendas de publicidade paga.

[/vc_column_text][vc_column_text]
A publicidade paga é altamente visível. Há prêmios e blogs dedicados à análise e premiando os anúncios, que são eventos com relevância noticiosa. Em contraste, uma recomendação de um amigo de confiança é relativamente discreto.

 

3: Influencia cada etapa da jornada do consumidor.

[/vc_column_text][vc_column_text]
A implicação mais forte aqui é que o boca-a-boca pode ser usado para quebrar a resistência de consumidores a padrões pré-existentes. Estamos todos interessados em ouvir as experiências de outras pessoas sobre produtos e serviços que estamos pensando em comprar.

 

4: É o mais impactante para as decisões do consumidor:

[/vc_column_text][vc_column_text]Uma pessoa pode fazer uma enorme quantidade de pesquisa por conta própria, e têm todos os tipos de ideias sobre o que comprar, onde comprá-lo, e assim por diante. No entanto, se um amigo de confiança lhe conta uma história ruim sobre a experiência dele, é muito provável que essa pessoa reconsidere suas opções.

 

5: Pode aumentar a participação de mercado de uma empresa em até 10%.

[/vc_column_text][vc_column_text]Isso realmente sugere que ter uma vantagem no boca-a-boca pode, ao longo do tempo, permitir a uma empresa subir e além de seus concorrentes!

Mas como isso realmente funciona? Considere o seguinte:

Uma pessoa que é conquistado pela proposta de valor de uma empresa e torna-se o proprietário de um valioso pedaço de informação: O produto X pode resolver do problema Y. Ela é fortemente incentivada a compartilhar essa informação com seus amigos, o que irá beneficiar mais o serviço.

Por quê? Pelas razões descritas anteriormente aqui: Nós compartilhamos para causar boa impressão, e porque alimenta nossos relacionamentos com esses amigos.

Esta pessoa não precisa nem mesmo estar em seu mercado-alvo para apresentar um amigo para o seu negócio! O rústico, barbudo, fã de motocicletas pode não estar no mercado de sapatilhas de ponta para bailarinas, mas há uma chance de que ele possa conhecer alguém que esteja.

Quando você percebe que você tem mais defensores potenciais do que potenciais clientes, e que esses defensores podem atingir os seus potenciais clientes melhor do que qualquer campanha publicitária nunca fará, o aumento de 10% da quota de mercado começa a soar muito, muito plausível.

 

6: Tem efeitos altamente variáveis (até 50x!):

[/vc_column_text][vc_column_text]Não existem duas recomendações iguais. Todos nós nos perguntamos essa questão quando se avalia uma recomendação: Quem é a pessoa que faz a recomendação? Qual é a nossa relação? Qual a relevância disso para eles? Que conhecimento ou experiência eles têm nesta área em particular?

Se acreditarmos que a pessoa tem os interesses que nós no coração, e confiamos que eles tenham melhor conhecimento sobre um determinado assunto, então estamos muito, muito mais propensos a agir baseados em sua recomendação.

 

Conclusão: Boca-a-boca é uma força sutil, mas poderosa da natureza que influencia dramaticamente as decisões dos consumidores.

Está em toda parte ao nosso redor. Todos nós participamos dela, e todos nós instintivamente compreendemos o seu valor como consumidores e cidadãos comuns. É muitas vezes subestimado e sub-considerado pelos marketeiros por causa da disponibilidade de viés: o boca-a-boca não é tão onipresente como dizem, campanhas publicitárias relevantes, comerciais do Super Bowl e vídeos virais do YouTube.

Mas o que falta em clareza, mais do que sobra em intensidade. O boca-a-boca é intensamente pessoal, e influencia as decisões de todos. Por isso, faz muito sentido para os comerciantes, varejistas e empresários prestar muita, muita atenção nele.

.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]